e

dezembro/2012 | Artigos

Salto Alto, você usa?

Salto alto, usar ou não? Foto: Arthur Xunger.

O salto alto é considerado um instrumento que demonstra, por excelência, toda a feminilidade da mulher.  Este acessório é um dos mais comuns e indispensáveis nos guarda-roupas femininos e é objeto de desejo de várias mulheres por todo o mundo.

Por incrível que pareça, inicialmente foram feitos para homens e não mulheres. Historiadores acreditam que os primeiros sapatos de salto fabricados eram usados por açougueiros egípcios, com o objetivo de não sujar os pés durante o trabalho.

Há relatos que a esposa de Henri II, na França, Catherine Médicis, que era muito maior que seu marido, mandou fabricar sapatos altos para ele ficar na altura dela. Louis XIV, também na França, tinha uma estatura pouco avantajada. Por este motivo tinha uma coleção de calçados que daria inveja a qualquer mulher.

Com a revolução industrial, os sapatos de salto foram associados à nobreza e, no final do século XIX, com a luxúria. Mas foi no século XX que o salto ganhou os pés femininos, mais precisamente  por volta da década de 20, onde toda mulher usava o salto.

Foi na década de 50, quando surgiu o salto agulha que as silhuetas femininas tomaram formas desconhecidas até então.  Este tipo de salto está ligado diretamente à ilusão de pernas mais finas e longas. A partir desta época os saltos ganharam várias formas e modelos.

Contudo, há no início do século XXI uma mudança no comportamento feminino. Com a correria do dia a dia e a inserção da mulher no mercado de trabalho, elas estão preferindo sapatos mais confortáveis.

Pode-se constatar isso caminhando por um shopping, lugar onde as mulheres só usavam salto. Hoje o desfile é de sandálias rasteiras e sapatilhas. O conforto de ir trabalhar sem sentir dor e a comodidade de fácil locomoção fizeram estas duas peças tão essenciais nos guarda-roupas quanto o salto.

Até nas casas noturnas e bares se encontram mulheres de salto baixo, campo eminentemente do salto alto. Ainda assim, nestes lugares os saltos mais elevados são os mais cotados, provavelmente pelo aumento da sensualidade com o uso deles.

Ao subir em um salto toda mulher tem um aumento de auto-estima, se sente mais bonita. Contudo, não se pode ter o pensamento que, ao descer do salto, a pessoa irá ficar mal arrumada ou desleixada. É necessário o uso de um sapato confortável para os dias de mais agitados.

O motivo desta escolha é simples, o salto alto pode ser prejudicial à saúde de suas pernas, pés, calcanhares, tornozelos, joelhos e coluna. O salto causa pressão na planta dos pés, sobrecarrega tornozelos, joelhos e quadris, além de aumentar a lordose, causar calos e joanetes. Fora o risco de torções, pois quem está em cima do salto perde a sensibilidade da pisada e tem o equilíbrio prejudicado. O uso excessivo de salto pode causar também varizes e outras doenças venosas como vasinhos, flebites (inflamação da veia) e até, em casos mais graves, trombose.

Depois de todas estas informações, descer do salto se tornou algo difícil? Pela boa saúde de sua coluna e pernas, aproveite a nova tendência da mulher moderna e desça do salto.

Stalkers

Stalkers

O termo "stalker" deriva da palavra em inglês “stalk”, que significa perseguir. Não existe uma...

ler mais
Gestão Emocional

Gestão Emocional

Aprender a lidar com as emoções nem sempre é simples, mas pode ser aprendido ao longo da vida....

ler mais

Seguidores! Vendas?

Hoje em dia as mídias sociais estão em alta, cada vez mais as pessoas gastam tempo consumindo...

ler mais

Stalkers

O termo "stalker" deriva da palavra em inglês “stalk”, que significa perseguir. Não existe uma tradução literal para o português, mas pode-se...

Gestão Emocional

Aprender a lidar com as emoções nem sempre é simples, mas pode ser aprendido ao longo da vida. Trata-se de uma habilidade de compreender, controlar...

Seguidores! Vendas?

Hoje em dia as mídias sociais estão em alta, cada vez mais as pessoas gastam tempo consumindo conteúdos no Instagram, por exemplo. As empresas já...

Pin It on Pinterest