e

novembro/2008 | Entrevistas

RRPP e assessoria de imprensa: parceria que dá certo

A Assessoria de Imprensa é um instrumento dentro do composto de Comunicação desenvolvida para as organizações, fazendo parte das atividades da área de comunicação. Sua principal tarefa é tratar da gestão do relacionamento entre uma pessoa física, entidade, empresa ou órgão público e a imprensa.

No Brasil, os profissionais que desempenham a função de Assessoria de Imprensa costumam ter formação em Relações Públicas ou em Jornalismo. Em outros países, a função não é reconhecida como jornalística, e sim como de relações-públicas.

Mariana Costa, relações-públicas formada pela PUCRS e assessora de imprensa da Nave – Design e Assessoria de Comunicação, que contou um pouco sobre seu trabalho ao RRPP Atualidades.

1) Por que escolheu a profissão de relações públicas?

Na verdade, quando eu prestei vestibular para Relações Públicas, eu não sabia muito bem o que era o curso e nem a profissão. Sempre quis fazer algo ligado à comunicação e, logo de cara, descartei Publicidade e Propaganda. A dúvida era entre Jornalismo e Relações Públicas e acabei optando pela segunda opção, por ser mais abrangente e proporcionar diversas formas de atuação profissional.

2) Como iniciou sua carreira? Por quais lugares estagiou, trabalhou?

Já no primeiro semestre eu comecei a fazer estágios. A maioria deles – Secretária de Justiça e Segurança e Banrisul – o trabalho era de atendimento ao público. Depois, no terceiro semestre da faculdade, uma amiga – também RRPP – me indicou para uma vaga de estágio numa assessoria de imprensa que estava abrindo. Foi aí que eu entrei na Nave – Design e Assessoria de Comunicação, a mesma empresa que continuo até hoje.

3) Fale um pouco do seu trabalho.

O meu trabalho como assessora de imprensa é super dinâmico, cada dia é uma coisa diferente, já que atendemos diversas empresas dos mais variados setores. Trabalhamos com editoras, com agências de viagens, com indústria de pisos, com o Codepan (Comitê de Desenvolvimento de Padarias e Confeitarias), com empresas do ramo imobiliário entre outros clientes. Além disso, produzimos materiais informativos e fazemos, entre outras publicações, a Revista do Barranco (a tradicional churrascaria porto-alegrense). O grande objetivo de uma assessoria de imprensa é colocar a notícia do seu cliente num bom espaço editorial de jornais, revistas, televisão, rádios e qualquer outro veículo de comunicação.

4) O que levou você a trabalhar como assessora de imprensa?

Foi a oportunidade de estagiar, pela primeira vez, numa empresa realmente ligada à comunicação. Depois de vivenciar o que efetivamente faz um assessor de imprensa, eu me apaixonei pela dinâmica do trabalho. Acho recompensador fazer uma nota ou um texto pensando num espaço do jornal e dois dias depois ver o que escrevemos publicado ali. É uma pena que os jornalistas não creditam as assessorias de imprensa.

6) Qual a diferencia na sua visão que tem o RP e o Jornalista para atuar nesta área?

A briga entre jornalistas e RRPP atuando em assessorias de imprensa é antiga. Para mim, os dois profissionais são aptos para realizar um trabalho sério e eficiente em assessoria de imprensa. Acredito muito na comunicação integrada, onde todas as áreas trabalham juntas visando a excelência da comunicação.

7) Qual o perfil que este profissional deve ter para garantir sua vaga como assessor de imprensa?

O profissional que pretende trabalhar como assessor de imprensa deve ter um bom texto, gostar do relacionamento com a mídia e estar preparado para trabalhar nos finais de semana e até tarde da noite (o celular nunca pode ficar desligado).

8) Como você tem observado o ingresso dos profissionais de Relações públicas na área de assessoria?

Sinceramente, vejo poucos profissionais de RRPP nessa e em outras áreas também. Não sei se é falta de conhecimento da nossa profissão, mas ainda não somos valorizados como deveríamos. Acredito que o profissional de Relações Públicas é o mais apto da área da comunicação para gerir um grande setor de Comunicação ou Marketing de grandes e pequenas empresas.

9) Quais as dicas e sugestões que você daria para o estudante que quer atuar nesta área?

Para os estudantes que querem atuar nessa área, a primeira coisa é deixar a vergonha de lado, porque você vai passar horas pendurado no telefone sugerindo pautas (pra quem, muitas vezes, você não conhece). A segunda é saber que texto e mailing são ferramentas fundamentais para o trabalho. A terceira é que a clipagem em jornais, revistas, sites, rádio e tvs faz parte do trabalho.

Veja mais em 

Encontre um conteúdo do seu interesse

Utilize o campo abaixo para buscar por palavras-chave.

Pin It on Pinterest

Compartilhe!