agosto/2011 | Notícias

Quem tem deficiência quer sua valorização

(Foto: Marcelo Bertani)

Uma caminhada pela valorização da pessoa com deficiência, que até então era nomeada “portadora de deficiência”, ocorreu no dia 21 de agosto, no Parque da Redenção, em Porto Alegre. De acordo com a assessora de políticas públicas para a pessoa com deficiência do município de Gravataí, Miriam Barbosa, “portador é aquele que porta algo por sua própria vontade”. Ou seja, a pessoa está apta a descartar “seu problema” sempre que achar conveniente, o que não é o caso de alguém com deficiência. Miriam também ressalta que “necessidade especial” é um termo igualmente inadequado, pois representa um desejo que vai além do desejo básico dela, que neste caso caracteriza “beijar na boca” como necessidade mais especial dela.

Foi com base nesta discussão que se deu a I Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência, promovida pela Assembléia Legislativa gaúcha. Com uma estrutura ao ar livre no Parque da Redenção, o público interessado pôde apreciar diversas atrações ao longo do dia.

Manifestação de superação pela valorização em Porto Alegre

Destaque para a caminhada que teve início por volta das 11h30min e tinha como percurso a saída do Parque da Redenção, seguido pela Avenida Oswaldo Aranha e retorno pelo Brik da Redenção. Durante o percurso, manifestantes gritavam frases de apoio à causa e incentivavam todos a participar. Pôde-se perceber uma grande participação de familiares que juntos buscam a aceitação e lutam pelo fim de qualquer discriminação que ainda possa existir. O público era composto, em sua maioria, de cadeirantes, que mesmo com limites físicos não deixaram de esboçar sua alegria e satisfação com a proposta do evento.

Os participantes comentaram, durante a manifestação, as dificuldades encontradas no mercado de trabalho, a importância de uma data como essa e o que eles esperavam de uma mobilização deste tamanho. Questionados pela revista impressa e digital RRPP Atualidades, disseram que o retorno foi bastante positivo. Eles ressaltaram a importância da inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho, pois mesmo com alguma limitação, este profissional pode contribuir de forma a acrescentar o seu conhecimento e sua experiência, demonstrando, mais do que tudo força de vontade para continuar e integrar a sociedade livre de preconceitos.

Veja mais em 

Instagram: do 0 ao boom!

Instagram: do 0 ao boom!

Ter sucesso no Instagram é o desejo de muitas marcas, empresas e pessoas. Para isso acontecer...

Encontre um conteúdo do seu interesse

Utilize o campo abaixo para buscar por palavras-chave.

Pin It on Pinterest

Compartilhe!