, e

abril/2009 | Artigos

Pelo Brasil: aventuras na BR-116

Em épocas de crise econômica mundial, onde todos os setores foram atingidos direta ou indiretamente, o Brasil sofre um abalo em sua economia. No intuito de mostrar o que se passava nas estradas do país, com as empresas de transporte, um jovem gaúcho radicado no Ceará se lança numa viagem de 18 dias pelas estradas.

Márcio Dornelles de 25 anos, estudante do 7° semestre de jornalismo na Universidade Integrada do Ceará, depois de uma longa conversa com seu professor e incentivador da aventura, começa a percorrer a principal via de ligação do Nordeste do país com o Sul, a BR 116 e seus 4,835 Km. Com uma mochila e câmera fotográfica na mão ele saiu de Fortaleza no dia 22 de janeiro, partiu com a ideia de percorrer todo o caminho pegando carona com caminhoneiros. ”Conheci as dificuldades da profissão e a escassez de trabalho em um período onde as empresas diminuíram muito a produção e, logo, o transporte de carga”.

Foram dias e noites conhecendo o interior do Brasil, nove estados, muitos amigos e várias histórias inusitadas, como a carona que conseguiu com uma ambulância, em Feira de Santana (BA). O motorista era da região da Chapada  Diamantina e havia parado no posto, na vinda de Salvador, para deixar uma criança no hospital. Foram 80 quilômetros de intensa emoção. A ambulância com a sirene ligada e tudo rodando a mais de 140Km por hora, ultrapassando dois caminhões de uma vez só.

No estado de São Paulo teve muitas dificuldades por falta de carona, “eram mais de dois mil caminhoneiros esperando carga”. Teve que pegar um ônibus até Curitiba e lá passou mais três dias a procura de um meio de prosseguir até seu destino no extremo sul gaúcho, fronteira com Uruguai e ponto final da BR 116, a cidade de Jaguarão.

O estudante conta que “Conseguir carona no Brasil é uma missão e tanta”, pela desconfiança dos motoristas em colocar dentro da boléia alguém desconhecido. Dos caminhoneiros leva as recordações de solidariedade com os companheiros de profissão e as dificuldades que encontram de quem vive na estrada, assaltos, péssimas condições do asfalto, a inviabilidade de obter lucro com tantos pedágios. Ainda conta que a viagem deu-lhe a oportunidade de conhecer um país que a televisão não mostra, lugares deslumbrantes, pessoas comuns com histórias incríveis.

Da aventura de Márcio será lançado um livro-reportagem, ainda sem previsão de lançamento, e sua tese de conclusão de curso. Ele recomenda “viajem pelo Brasil, é um país incrível que precisa ser descoberto”. E já anuncia sua próxima aventura que será conhecer a América Latina e Chapada Diamantina terra de seu amigo, o motorista da ambulância.

Veja mais em 

Encontre um conteúdo do seu interesse

Utilize o campo abaixo para buscar por palavras-chave.

Pin It on Pinterest

Compartilhe!