, e

julho/2021 | Entrevistas

O Tik Tok como rede de influência

Conheça Momo, a criadora de conteúdo digital que viralizou e se tornou pioneira do aplicativo

O relatório Q1 Global App Market Index apontou o Tik Tok como sendo o aplicativo mais baixado do mundo durante o primeiro trimestre de 2020. Com a popularização do app durante o período de isolamento social devido à pandemia de Coronavírus, diversos criadores de conteúdo perceberam uma oportunidade dentro da plataforma e migraram das redes sociais convencionais e já consagradas no mercado digital para essa novidade.

Monica Mamudo, criadora de conteúdo (foto: reprodução/Instagram)

Momo confidencia que quando recebeu o convite para fazer parte da família latina da rede, não acreditou! “Quando eu recebi o e-mail eu achei até que era mentira, eu pensei: ih, é alguém querendo roubar minha senha do Tik Tok, mas no fim não era isso, era a moça do aplicativo mesmo, umas três semanas depois que eu não respondi o e-mail, eles entraram em contato comigo pelo Instagram”, relata a atriz. Ela ainda revela que no início de sua carreira como tiktoker criava conteúdo em inglês e português, para os dois públicos, mas se direcionava mais para o público norte-americano pois era onde ela obtinha melhor alcance “eu tinha 92% de público norte-americado e 5% de público brasileiro”, aponta Monica, de acordo com as estatísticas apresentadas pela Rede. Após viralizar, o Tik Tok Brasil a encontrou, fazendo com que esses dados fossem invertidos e um maior público brasileiro fosse alcançado.

Quando se trata de valorização do mercado digital, a tiktoker destaca que o mercado estadunidense reconhece melhor os números dos criadores de conteúdo. A partir disso, ela afirma que o engajamento e as interações com o perfil são mais considerados na hora de fechar parcerias do que a quantidade de seguidores, dando voz aos micro influenciadores e os impulsionando. “Se você tem três mil seguidores, mas você tem mil e noventa e oito likes em uma foto, isso é muito melhor do que um influenciador, um criador de conteúdo digital, que tem um milhão de seguidores, mas tem cinco mil likes, entendeu? Eles dão mais valor, não é quem tem mais seguidores, é quem consegue interagir melhor com o público”, garante a influenciadora.

De acordo com uma pesquisa feita pela agência digital Linqia em 2021, o Tik Tok é o segundo canal mais popular para realização de campanhas de marketing envolvendo influenciadores, deixando de ser uma aposta e se consolidando no mercado digital. Foi dessa forma que Monica conseguiu fechar parcerias com a Amazon Prime e com a Globo Play, além de assinar um contrato com o TikTok. A atriz assegura que pesquisa previamente sobre as marcas que se interessam em fechar parcerias: “Eu gosto de pesquisar antes para não cometer uma gafe, mas também para não assinar uma coisa que não condiz com quem eu sou e com o que eu estou criando. Mas, se sou eu que entro em contato com a empresa, gosto de mandar um texto ou um e-mail introdutório, sempre coloco o meu mídia kit e as análises de interação dos meus perfis dos últimos catorze dias. Tem que estar sempre atualizando “, reflete.

A dica de Mônica para quem está começando a trabalhar com internet é ter persistência. “Poste, porque você quer postar. Posto, o que posto, porque é o que eu acho maneiro. Você gosta de dançar? Posta. Você gosta de editar? Posta. Faça aquilo que você gosta, essa é a única dica. E, claro, seja você mesmo”, declara confiante a criadora de conteúdo.

Veja mais em 

Encontre um conteúdo do seu interesse

Utilize o campo abaixo para buscar por palavras-chave.

Pin It on Pinterest

Compartilhe!