, e

junho/2016 | Notícias

Nem todo Doctor é House

Seriado de ficção cientifica com 52 anos de existência vem cada vez mais ganhando o coração dos brasileiros

Transmitida pela primeira vez em 1963 pela BBC, Doctor Who é um seriado de ficção científica que vem se tornando cada vez mais popular entre os brasileiros.

O personagem principal da série chama-se Doctor. Assim mesmo, sem nome nem sobre nome. Ele é um viajante do tempo e do espaço que pode se regenerar mudando de aparência e personalidade, porém, toda sua história e lembrança não são apagadas. Então imagine bem… Um novo corpo, uma nova personalidade, um novo caráter… Mas a mesma lembrança da história de vida! Esse detalhe do seriado surgiu em 1966 quando o ator que interpretava o primeiro Doctor, William Hartnell, começou a apresentar problemas de saúde e precisava ser substituído.

12doctor

Os 12 Doctors da série, de 1963 a 2013. Foto: BBC Divulgação.

O seriado já havia ganhado o coração dos britânicos e não podia ser encerrado de forma tão brusca. Foi então que surgiu a ideia da regeneração, o que permitiria a troca de atores e o seguimento do seriado. Desde então, são 12 Doctors, 12 atores diferentes e uma legião de fãs!

Apesar de sua forma humana (que gera uma simpatia além do comum com os habitantes da terra), ele é um alienígena, de uma raça de Senhores do Tempo. Mas como assim somente Doctor? Exatamente, você assistirá todos os episódios e não encontrará nenhum que diga o nome dele, O Doutor foi um título por ele adotado, pois, segundo ele “o nome que você escolhe é uma promessa que você faz”. O Doctor é um personagem que busca a justiça e curar o universo de seus males, por isso, Doutor. E seu nome jamais é revelado. Doutor Quem? Doctor Who?

Como todo bom alienígena, ele possui uma nave espacial, mas ela não é tão simples assim, ela também é uma máquina do tempo chamada TARDIS, que é um acrônimo em inglês de Tempo e Dimensão Relativa no Espaço. Da idade da pedra ao fim do planeta terra, de Charles Dickens a alienígenas sanguinários, essa nave pode levá-lo em qualquer lugar do universo e em qualquer ponto no tempo. As naves dos Senhores do Tempo possuem um Circuito Camaleão, o que faz com que a nave se disfarce onde quer que pouse para não chamar atenção. Na do nosso querido Doctor esse circuito veio defeituoso, fazendo a nave ficar com uma aparência de cabine telefônica policial (servia para ligar para polícia mesmo) da década de 60 e bem maior por dentro do que por fora. Isso veio a se tornar o ícone do seriado juntamente com a frase “ela é maior por dentro!”.

Mas esse personagem não anda sozinho. O Doctor tem seus acompanhantes, que variam de temporada para temporada. Eles estão ali para representar a audiência, o deslumbre do ser humano ao ver as maravilhas do universo e da viagem no tempo, além de lembrar o Doctor da sua promessa (seu nome lembram?) impedindo-o de realizar várias loucuras que até poderiam acabar com o planeta Terra.

dalek

Daleks e Cyberman. Os principais vilões da série em um encontro épico. Foto: Divulgação.

E é claro que o seriado não é feito somente de amor: Exterminar! Exterminar! É o grito de guerra da raça arqui-inimiga do Doctor, os Daleks. Após eles, foram criados os Cyberman, personagens de origem humana que tiveram seus corpos “atualizados” e os sentimentos retirados. Cyberman são, juntamente com Daleks, os principais vilões da série. Porém, quase não fizeram parte do seriado pela sua aparência robótica, que não agradou aos produtores. Por falta de tempo de criar algo novo, o episódio acabou indo ao ar assim mesmo e foi muito bem aceito pela audiência. O seriado teve uma pausa entre os anos de 1989 a 2005, ano em que a série retornou para a alegria de muitos fãs britânicos.

Desde então Doctor Who vem invadindo o Brasil. Fãs deste seriado são chamados de Whovians. O que antes era raro encontrar (fãs desta série) hoje está se tornando frequente. Grupos de Whovians que participam de eventos e se reúnem já existem no Brasil. Aqui temos o Whovians RS. Esse grupo nasceu da vontade de um número pequeno de fãs, cheio de grandes ideias e que ama Doctor Who, de que esse amor se estendesse ao maior número de pessoas possível. O ambiente acolhedor é uma característica do grupo. Buscam, além de divulgar a paixão pela série mais longa da história, conhecer pessoas e fazer amigos. Por isso, tem um relacionamento muito bom com outros grupos e fã-clubes, não só os de Doctor Who. O grupo participa de feiras como AnimeExtreme e ComicCON-RS, com espaço temático com jogos, fantasias da série para vestir e tirar fotos e até uma TARDIS em tamanho real! Tudo com chá e biscoitos para ficar bem britânico. Podemos encontrar os Whovians RS no Facebook e através do site.

whovians

Grupo Whovians RS, em diversos momentos de lazer e reuniões em eventos, encontros de muito Doctor e muito amor. Fotos: Mauro Haag e Vi Paesi.

Veja mais em 

Instagram: do 0 ao boom!

Instagram: do 0 ao boom!

Ter sucesso no Instagram é o desejo de muitas marcas, empresas e pessoas. Para isso acontecer...

Encontre um conteúdo do seu interesse

Utilize o campo abaixo para buscar por palavras-chave.

Pin It on Pinterest

Compartilhe!