, e

julho/2015 | Notícias

Marketing Esportivo

O futebol é a coisa que mais mexe com a emoção do brasileiro. Há quem considere loucura essa paixão do torcedor pelo seu clube ou pelo futebol em si.

A proximidade do torcedor com o jogador é algo que influencia muito a mobilização do mesmo para acompanhar o seu time do coração. As redes sociais são o principal canal de comunicação entre torcedor e jogador. Através de Instagram, Twitter e Facebook, estão as principais formas de alcançar visualização para o seu trabalho.

Um dos maiores exemplos disso é Valdívia, destaque do Internacional e fenômeno do Instagram. O jogador usa muito a hashtag #PokoPika, e a mesma virou febre entre a torcida. Valdívia aproveitou seu bom momento dentro das quatro linhas para se beneficiar fora delas também. Recentemente, lançou uma linha de camisetas com a famosa hashtag. O sucesso do jogador está promovendo uma valorização do seu marketing pessoal e, consequentemente, beneficiando o time que tem tido cada mais o apoio do torcedor. Valdívia é formado na base do clube gaúcho, que é conhecido como “Celeiro de ases”, o que é, inclusive, um trecho do hino do clube.

Dentre tantos talentos, alguns chamam atenção por grandes atuações na Europa. Um deles é Luiz Adriano, que joga no Shakhtar, atualmente. Luiz teve contato com gigantes europeus na última temporada graças ao seu grande rendimento no time ucraniano, onde é uma referência, pois se tornou o maior artilheiro da história do clube. Luiz tem uma identificação muito grande com os torcedores, seja no Brasil, com o Internacional, onde causa furor cada vez que surgem os boatos de que ele pode voltar, seja no seu clube atual, onde é um dos maiores ídolos. A RP Atualidades entrevistou o jogador. Confira:

No último ano, o Shakhtar teve um aumento da visibilidade no mundo todo, jogando a champions, o tour no Brasil, que aumentou a popularidade do time. Tu te sentes responsável, de certa maneira, por esse sucesso que o Shakhtar vem fazendo nos últimos tempos, por ser o maior artilheiro da história do clube?

Eu acho que eu estou ajudando a visibilidade que o Shakhtar está tendo no mundo. No Brasil, principalmente. A gente vem jogando todos os anos a champions e vem fazendo belas partidas. Isso é importante para a imagem do clube, então eu acho que eu faço parte dessa visibilidade, dessa história que o Shakhtar tem hoje. Faço parte disso junto com os meus outros companheiros.

Como é estar entre os grandes atacantes do mundo? Ver teu nome entre os grandes jogadores do futebol mundial atualmente. Até semana passada era artilheiro da champions, agora está atrás do Messi. Como é dividir a atenção com esses grandes craques e saber que tu também estás entre eles, saber que muita gente se espelha em ti para ser um grande jogador para chegar onde tu chegaste e construir a história que tu vens construindo no futebol?

Eu fico muito feliz de estar concorrendo com esses craques, da artilharia da champions, e ter essa garotada hoje em dia se espelhando em mim, na carreira que eu venho fazendo; vitoriosa e de muitas dificuldades, mas de muitas alegrias. Da forma que eu jogo, eu fico muito contente pelo carinho dessas crianças, então, eu acho que eu tenho que continuar trabalhando para ter sempre esse carinho, dessa garotada que quer ser jogador de futebol. Isso para mim é muito importante ter esse carinho de todos esses torcedores.

Tu estás há quase oito anos na Europa e no ano passado tu chegou a ter chance na seleção brasileira. Tu achas que demorou muito para isso acontecer, ou aconteceu no tempo certo? Tu estavas preparado para assumir esta responsabilidade? Tu achas que demorou para acontecer?

Acho que tudo aconteceu no momento certo. As coisas têm o seu tempo, então para mim não foi diferente, tudo tem seu momento. Eu acho que eu cheguei no momento certo da minha carreira, está acontecendo tudo certo, e aconteceu de eu ser convocado para seleção, então foi maravilhoso no momento que eu estava em alta. Para mim foi bem importante ter acontecido em um momento que eu estava tão confiante, de poder vestir a camisa da seleção brasileira e corresponder.

O jogador teve no último ano problemas com a imprensa, que noticiou algumas alguns boatos que surgiram em redes sociais a respeito de Fabiano, seu irmão mais novo e portador de deficiência física. Os boatos surgiram após um vídeo no qual o irmão do jogador aparece se segurando no vidro de segurança da área para deficientes do Estádio Beira-Rio. O próprio jogador e a família esclareceram rapidamente o mal entendido. Luiz Adriano está com 27 anos e vive sua melhor fase desde que chegou no Shakhtar Donetsk.

Veja mais em 

Instagram: do 0 ao boom!

Instagram: do 0 ao boom!

Ter sucesso no Instagram é o desejo de muitas marcas, empresas e pessoas. Para isso acontecer...

Encontre um conteúdo do seu interesse

Utilize o campo abaixo para buscar por palavras-chave.

Pin It on Pinterest

Compartilhe!