, e

outubro/2008 | Profissionais

Guilherme Alves: a importância das Relações Públicas

Ao entrevistar Guilherme Alves, mais conhecido como “Alf”, recém-formado no curso de Relações Públicas, hoje gerente de Marketing da Six Travel, agência especializada em Turismo Estudantil, ele nos conta como começou aplicando o conhecimento adquirido no curso superior, na sua ex-banda, a Na Moral.

Guilherme nos conta que desde os primórdios da Banda Na Moral, sempre houve um planejamento, no inicio com um mailing contando com mais de 120 mil cadastrados, e sempre trabalhou muito forte com isso, às vezes deixando de lado até a própria música.

Para ele, a importância de possuir um integrante que cursava Relações Públicas na banda foi fundamental, pois o mesmo seria um “costurador”, ou seja, vai costurando as informações tanto interna quanto externamente, também sabendo a melhor maneira de passar isso para seu público.

Segundo Guilherme, a banda sempre foi e continua sendo muito simpática com todos e isso teve uma grande importância no sucesso do grupo. Ele nos relata que, em um certo momento, Milena, hoje gerente de eventos da RBS Rádio, lhe ligou no meio da tarde de uma sexta-feira, informando sobre uma ação que iria ocorrer, na manhã de sábado, e convidando a banda para participar da atividade; o convite foi aceito, mesmo com o show, na noite de sexta-feira, agendado.

Ao perguntar para Guilherme, qual a importância destas ações junto a RBS Rádio, ele é direto: “muita com certeza; a gente fez, em 2006, quatro edições do Jornal do Almoço; eu não conheço banda nenhuma que tenha feito quatro edições do Jornal do Almoço, em um ano. Na copa do mundo, a RBS fez um trio elétrico na Av. Goethe, para não sei quantas mil pessoas, quem eles chamaram? O Na Moral, por que na hora de ir lá, de manhã, virado de show, o Na Moral ia. Esse tipo de coisa não se compra, se constrói. A banda nunca teve um padrinho, a gente sempre construiu tudo o que a gente tinha, passo por passo, nunca teve ninguém que veio com grana e investiu. Isso sem, dúvida nenhuma, se deve ao meu conhecimento na área de RRPP”.

Veja mais em 

Mulheres no comando

Mulheres no comando

A presença de liderança feminina nas empresas brasileiras cresceu nos últimos anos, embora ainda...

Encontre um conteúdo do seu interesse

Utilize o campo abaixo para buscar por palavras-chave.

Pin It on Pinterest

Compartilhe!