e

novembro/2008 | Entrevistas

Donateli Tejada: por que RRPP?

Entrevista com a aluna de RRPP Donateli Tejada, que já está no seu segundo curso de graduação na Faculdade de Comunicação da PUCRS – FAMECOS, e hoje trabalha no setor de comunicação do Museu de Ciências da PUCRS.

Qual era teu objetivo inicial ao ingressar na faculdade?

Quando sai do ensino médio, sabia que queria Comunicação Social e optei por Publicidade e Propaganda. Na época nem sabia o que era Publicidade e Propaganda, só sabia que queria ser publicitária. Pensava “como posso querer fazer um curso se eu detesto os comerciais”. Para mim propaganda era simplesmente comerciais em tv, rádio, anúncios em jornais, revistas, outdoor. Ao entrar na faculdade descobri que PP era muito mais que isto. Conheci um pouco sobre as outras habilitações e percebi certa familiaridade da minha parte por Jornalismo e Relações Públicas, mesmo sem saber direito do que se tratavam. Quando estava no final do curso de PP descobri que realmente não era criação a minha área, e sim marketing e planejamento, então pensei: “minha praia é RRPP”. Mas resolvi terminar a faculdade de PP até porque se eu trocasse de faculdade àquela altura do campeonato meu pai iria me matar. Então decidi que após a minha formatura iria me especializar em marketing.

O que a levou a fazer outro curso ? Por que Relações Públicas?

Após o término da Faculdade de PP, ingressei em uma pós em marketing e a idéia de um dia talvez voltar a fazer RRPP deixei para trás. Minha família e meus amigos sempre diziam que eu deveria voltar para a faculdade e fazer RRPP, afinal era mais meu perfil e eu teria somente que cursar as cadeiras específicas do curso. Relutei bastante, mas um dia diante da desilusão de não poder cursar o mestrado em Administração devido a um problema de sáude em minha família, resolvi me inscrever para o ingresso diplomado em RRPP. Não queria parar de estudar e pensei que esta seria uma boa forma de me manter atualizada. Foi o que fiz, entrei com o pedido e fui aceita. E pensei: “relutei tanto para fazer este curso e agora aqui estou”. Na verdade a faculdade de RRPP iria me possibilitar um maior conhecimento além da certificação, já que eu estava atuando na área.

O que você utiliza do curso de Publicidade e Propaganda no curso de Relações Públicas?

PP e RRPP, assim como Jornal são complementares. Uma não existe sem a outra. Utilizo muito dos conhecimentos adquiridos na faculdade de PP, afinal neste curso tive uma visão de marketing, planejamento e pesquisa. Acredito que o conhecimento nunca é demais, até porque se não acreditasse nisso já teria parado de estudar. Teria achado que já sei o bastante, mas não é verdade. Se pararmos para pensar, uma ciência fundamenta e agrega à outra. Desta forma PP se faz presente em RRPP e vice-versa.

Você aconselha os alunos de RRPP a fazer outro curso depois? Qual?

Certamente, como disse conhecimento é fundamental e é algo que ninguém pode nos tirar. Acredito que não só quem fez RRPP, mas todas as pessoas deveriam se manter em permanente aquisição de conhecimento. Eu me formei em PP e no ano seguinte ingressei em uma pós-graduação em marketing, depois entrei na pós-graduação em gestão empresarial e agora voltei a graduação para fazer RRPP. Mas assim que me formar pretendo fazer um mestrado na área de administração, que é meu foco. Mas acredito que meu interesse em me manter informada é originário da minha educação, pois meu pai sempre disse que iria me deixar o bem mais valioso do mundo: o conhecimento. E é isto que ele fez e tem feito.

Qual seu aproveitamento no curso de RRPP?

Tudo que aprendi e estou aprendendo na faculdade aplico no meu dia-a-dia. Na verdade podemos aplicar as teorias e os ensinamentos adquiridos não só nos locais onde trabalhamos, mas também em nossa vida. Afinal temos que prever crises não só na Instituição na qual estamos trabalhando mas em nosso meio familiar. Temos que nos preocupar com a reputação de nossa organização assim como com a nossa própria reputação. Devemos fazer pesquisas de opinião, levantar dados sobre um novo negócio, e assim acontece conosco, quando pretendemos ingressar em um novo curso, devemos saber um pouco mais sobre ele. Não sei se fui clara, mas basicamente é: RRPP é uma ciência a ser aplicada em nossas vidas diariamente.

Você trabalha na área? O que utiliza do curso no seu trabalho?

Desde que comecei a trabalhar e a fazer estágios, lá na época de PP na verdade já estava trabalhando na área de RRPP. Sempre trabalhei  com atividades voltadas para o público externo. Fazia PP e trabalhava na ouvidoria de uma organização sem saber que aquilo que fazia nada mais era do que uma atividade de RRPP, por isso também a necessidade de ingressar no curso. Atualmente trabalho com o relacionamento do maior Museu interativo da América Latina, onde posso aplicar muito do que já aprendi na faculdade.

Que conselho(s) você daria para quem está em dúvida na escolha de um dos cursos de comunicação? E para quem já faz RRPP, qual área que você acha que está tendo um melhor campo de atuação?

Ter dúvidas é normal e faz parte, porém deve-se ir atrás das informações, buscar saber a diferença entre uma e outra atividade. E se chegar lá no final e perceber que não era bem aquilo, não ter medo de ir atrás de seu sonho. Foi isso que fiz e que tenho feito. Acho tanto PP quanto RRPP profissões maravilhosas, porém tem que se ter vocação para atuar. Não adianta cursar PP achando que será o melhor publicitário do mundo se não tem vocação para isso e o mesmo para RRPP. O importante é conhecer as áreas e verificar em qual se sente ou se sentiria realizado. Na verdade não acredito em áreas promissoras, acredito sim que o bom profissional tem lugar no mercado, por isso a importância do conhecimento. Assim como também acredito em sonhos. Portanto, a cada dia estabeleço uma meta e não me acomodo enquanto não conseguir atingir.

Veja mais em 

Encontre um conteúdo do seu interesse

Utilize o campo abaixo para buscar por palavras-chave.

Pin It on Pinterest

Compartilhe!