, e

junho/2016 | Notícias

Até quando persistir?

O começo da carreira musical de bandas e cantores independentes em Porto Alegre e a busca para alcançar o sucesso

O sonho de muitas pessoas que vivem no mundo da música é um dia poderem ser reconhecidas pelo seu trabalho, como qualquer outro profissional. Por isso, lutam incessantemente para alcançar seus objetivos, enfrentando os maiores obstáculos da trajetória. Apesar disto, muitos desistem no meio do caminho ao se debaterem com as dificuldades e ao perceberem que seguir com a carreira musical – seja solo ou com uma banda – é tão difícil quanto em qualquer outra profissão. “É preciso seguir mesmo em meio às dificuldades, é acreditando que se alcança o resultado”, relata Vinícius Gustafson, vocalista e guitarrista da banda Projeto C.A.M.I. (Construindo Algo Mais Intenso), em início de carreira. A banda está no mercado há três anos e, em meio a todos os problemas, trocam de componentes e apostam num futuro promissor.

Pode-se dizer que, atualmente, é muito mais fácil chegar ao conhecimento do público através das tecnologias da internet e até mesmo da televisão, como programas que promovem artistas solos e bandas. Antigamente, isto era muito mais complicado, pois não existiam os recursos que temos hoje, e os músicos precisavam que suas composições tocassem nas rádios, pois assim teriam alguma chance de ficarem conhecidos no país. Porém, isso não significa que seja fácil para os artistas atuais alcançarem o sucesso desejado, porque apesar de parecer mais simples, existe um contraponto, já que toda essa tecnologia torna o mercado mais competitivo, pois existem milhares de pessoas com o mesmo sonho e que usam os mesmos veículos para sua divulgação.

A jovem Mariana Bavaresco, que canta desde os 4 anos de idade e também luta para realização de seu sonho, conta que “a maior dificuldade é que, na música, nem tudo o que é bom é o que vende. Então a qualidade não te garante permanência no mercado, porque as pessoas se interessam por coisas comerciais e quando o som que tu faz não está dentro deste padrão, é bem difícil.” Por isso, é preciso ser persistente, investir em uma boa música – que se ressalte, em meio a tantas outras – entender o desejo do público e buscar satisfazê-los, sem perder sua própria identidade musical, a essência de cada um. O segredo é não desanimar e continuar fazendo aquilo que se ama, acreditando que em algum momento a sua hora vai chegar.

Veja mais em 

Instagram: do 0 ao boom!

Instagram: do 0 ao boom!

Ter sucesso no Instagram é o desejo de muitas marcas, empresas e pessoas. Para isso acontecer...

Encontre um conteúdo do seu interesse

Utilize o campo abaixo para buscar por palavras-chave.

Pin It on Pinterest

Compartilhe!